Google+ Followers

domingo, 23 de dezembro de 2012

PASSADO:É lá que ele tem que ficar...



É fato que quando a gente fica sozinha por muito tempo e não consegue encontrar alguém legal na vida, sempre queremos voltar ao passado,voltar para  aquelas  nossas relações a qual  fomos felizes por um certo período, mas que por algum motivo acabou.
 O que se viveu no passado não volta mais e se você insistir, vai perceber que as pessoas mudam e essa mudança não se adapta a você. Fiz isso um dia desses...Tentei reviver o passado achando que poderia recuperar tudo aquilo que me fez feliz um dia. Acho que essa minha vida de trabalho intenso também contribuiu para que tomasse essa atitude, tenho andado meio triste e estressada, ultimamente.
            Semana passada viajei pra Goiânia para rever alguns amigos e resolver algumas coisas do partido (PT), só que o  meu “ex amor” mora nessa cidade, com isso, a todo momento eu fiquei a imaginar que poderia encontrá-lo por lá e foi isso que fiz.Só que esse encontro não foi por acaso,pois  eu que entrei em contato com ele.Entrei em contato, mas com aquele  "frio na barriga", pois a gente nunca deixa de gostar de alguém, todo sentimento apenas adormece dentro de nós, nunca morre.
           O contato foi o melhor possível, disse a ele que estava indo pra Goiânia e o convidei para tomar uma cerveja, conversar e tal.Ele adorou  a idéia, falou para ligar pra ele quando chegasse na cidade.No entanto, passei a semana pensando nisso, contando os minutos pra chegar o fim de semana e ir pra Goiânia.
Chegou sexta e depois do trabalho eu partir.Duas horas depois eu já estava na capital de Goiás. Fui direto para casa da minha prima e liguei pra ele imediatamente. Depois de uma hora ele foi me buscar.
Engraçado a sensação!!!Senti novamente aquele "frio na barriga". Ele tava me esperando dentro do carro, entrei, nos abraçamos, ele comentou do meu cabelo, disse que tava bonita, diferente.Pra mim, ele continuava do mesmo jeito, o mesmo perfume, a camisa social, cabelinho penteado pro lado, só  que agora com aparelho nos dentes.No rádio tocava Janis Joplin, fiquei pensando se poderia ser proposital, porque ele sempre soube que sou  fã da Janis.
 De repente,ele me beijou.O carro estacionado ali e nós nos beijando dentro dele.O mesmo beijo, mesmo com aparelho, o mesmo beijo.
Como sempre ele me levou para um barzinho bem legal, onde vendia umas cervejas importadas, bebemos várias, entre várias conversas sobre nossas vidas e sempre relembrando o passado.Foi ótimo!
Saímos de lá super “altos”, começamos a transar no carro mesmo.Sexo oral, masturbação, carro andando, perigo, adrenalina e por aí vai...
O mesmo quarto, a mesma cama de antes, o sonzinho rolando no computador, luz do banheiro acesa, transamos super chapados, loucura total...O sexo matinal, ele tomando banho enquanto eu escovava os dentes, ele amarrando meu vestido, eu arrumando a gola da blusa dele.Para mim aquela noite e aquela manhã poderia ter durado a vida toda.
Me deixou na casa de uns amigos, prometeu me ligar para sairmos depois...Demorou a ligar, mandei mensagem e nada.Resolvi sair com minha prima, bebi todas, não tava triste, mas bebi todas.Pra falar a verdade...EU ASSUMO!!! Tava triste pra caralhoooo!!!Tentava colocar na minha cabeça que só foi um sexo casual e eu estou super acostumada com isso, mas estava triste, não queria, mas estava...
23:45 e  depois de 5 caipirinha, 4 Stellas, ele me liga: Pergunta onde eu estou e dentro de meia hora ele aparece.Vi meu passado vindo em minha direção.Eu, bêbada, EXTRAVAZEI!!!!Perguntei por que ele não me ligou mais cedo, onde ele estava  e todas essas cobranças de relacionamentos.Ele ficou explicando, mas nem prestei atenção direito...Pra mim não importava, eu não tinha esse direito e nem ele a obrigação, aliás ele não era mais meu namorado.
De um dia para o outro tudo mudou. Olhei para ele, o meu passado que um dia foi presente e que tentei para que fosse o meu futuro, mas não foi.
Passado fica no passado, no baú das minhas boas lembranças que não pode ser mexido, mas  vai ficar guardado, vai ficar,se mexer nele, pode estragar.
Mas não me arrependo do que vivi, do que fiz, só sei que agora não posso exigir nada de alguém que não faz mais parte da minha vida.
Final do “fim de semana”, eu voltando para Brasília, depois de ter fumado aquela “ponta” esquecida no estojo de maquiagem e no fone de ouvido a música:

“Mas você lembra!
Você vai lembrar de mim
Que o nosso amor valeu a pena
Lembra é o nosso final feliz
Você vai lembrar...
Vai lembrar...sim...
Você vai lembrar de mim...”(Nenhum de nós)

Karla Ramalho

domingo, 18 de novembro de 2012

Firmes e fortes!

...

Natureza...

Unaí -  MG

Verdadeira felicidade...



Dormir de conchinha com você
Com o som de um blues ao fundo
Posso morrer nesse instante.
Não, melhor não!
Prefiro acordar
Com você me bulinando
Pela manhã...

  Karla Ramalho

sábado, 20 de outubro de 2012

Vai ser ruim assim, fora de mim..


Tem homem que é ruinzinho na cama, que nasceu pra ser ruim mesmo.
Com mais de trinta anos na cara e ainda não aprendeu a fazer sexo direito.Já pode desistir meu filho, pois você não tem mais jeito nessa vida.
Pior coisa é você ter que tá conduzindo sexo, ficar colocando a  mão do cara onde você quer, além dele não chupar seu peito direito.
Performance vale muito mais do que tamanho,pode ter certeza!
Além disso, não muda de posição nunca, só naquele sexo básico, "papai e mamãe" e nem pra falar uma sacanagenzinha no ouvido.Caraca, eu adoro sacanagem no ouvido, todas as pessoas que gostam de sexo, gostam de sacanegem no ouvido.Tô mentindo?
Eu sou uma sagitariana e os sagitarianos são conhecidos por adorarem um sexo diferente.
O cara ainda acha que vou  fingir, ficar dando gemidinhos só pra agradar, nada disso!E o meu prazer, onde fica?
Ah, se quer sexo oral, tem que fazer também...Ok?Pelo menos essa é a minha regra...
Agora o que mata é   não querer fazer o tradicional, "sexo da manhã"...Putz!Tem coisa melhor do que transar assim que acorda?Você já levanta bem, com disposição, leve...
Com essa sua performance, vai consegui sexo só pagando ou com aquelas mulheres  inexperientes, pois mulheres experientes e bem resolvidas, que conhecem bem o seu corpo e sabem tudo aquilo que te dão prazer, você não vai ter sucesso nunca.
Se você respeita as mulheres tem que saber que dando prazer pra elas vai ter o seu também.
Sexo é uma arte e aqueles bons conhecedores dela, são os "artistas" mais felizes do mundo.

Fica aí na mão, você merece!

"Amor é divino
Sexo é animal
Amor é Bossa-Nova
Sexo é carnaval..."


Karla Ramalho




terça-feira, 16 de outubro de 2012

Frase..



"Os homens inseguros são os piores na cama..."

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

ÚLTIMA REFLEXÃO ANTES DA MORTE...



Sabe aquele momento de reflexão que você para pra pensar em todos os seus romances e até na sua vida como um todo. Pois é, estou nele exatamente, acho que porque agora eu estou em uma cama de hospital, mas está tudo bem, não estou à beira da morte, apenas em observação.
Ainda bem que meu pai trouxe o meu notebook, assim o tempo passa mais rápido.
Fiquei pensando que poderia morrer sem viver um grande amor e se isso seria bom ou ruim, aproveitar a vida eu aproveitei bastante, mas viver um grande amor foi o que me pegou nesse momento de reflexão. Será que é certo alguém morrer sem viver um grande amor?
Mas fazendo essa revisão quase final da minha vida, o último romance que tive,creio que foi um grande amor. Ele é recente e antigo ao mesmo tempo, começamos na faculdade, quando morava em outro estado,  depois perdemos o contato quando voltei para Brasília e do nada em uma festa qualquer em Goiânia  nos reencontramos.Nos reencontramos  e voltamos.
Começamos a nos encontrar uma vez por mês, no primeiro fim de semana de cada mês eu viajava pra Goiânia e ele me buscava  na rodoviária ou na casa da minha prima, eu sempre fumava “hum” antes de me encontrar com ele, pois sabia que ele não gostava, na maioria das vezes ele nem percebia...rs.
Nunca gostei de homens muito “engomadinhos”, mas dele eu gostava, pois sabia que essa produção era toda pra mim, pra me ver!
Sempre saíamos pra dançar, soltos ou agarradinhos, ou então pra ouvir um rock, namorar, beijinho pra lá, beijinho pra cá e  bulinação por debaixo da mesa.Ele é um cara super inteligente e o  que curtia ainda mais é que ninguém ficava medindo intelectualidade, conversávamos sobre besteira, nosso dia, nossa vida, piadas, risadas, beijinhos, pessoas...Tão bom!Uma vez passamos em várias boates e todas super lotadas, filas enormes, acabamos indo para uma boate gay, dançamos e bebemos pra caramba, nunca me esqueço desse dia.

Depois sempre íamos pra casa dele, dormia sempre por lá, nosso sexo já começava no carro (adoooroo), depois continuava pela noite toda na sua cama. Como era bom, mas  hoje fico comparando todos os homens  que fico com ele, sei que fazendo isso nunca vou esquecê-lo tão cedo, mas não consigo.
Tenho que admitir que ele não é um cara bem dotado(não mesmo), mas ele me satisfazia, devia ser porque me entregava por inteira pra ele, era eu mesma , naquele momento.Dormíamos juntos e logo cedo aquele sexo matinal pra começar bem o dia.
Ele me deixava na casa da minha prima e eu ia sair com ela, à gente enchia a cara na capital goiana, voltava pra casa dela e meu benzinho ia lá me ver e nós três, quer dizer, nós quatro, pois o namorado da minha prima sempre colava, enchíamos a cara. Ele sempre acabava dormindo lá comigo e no domingo me deixava na rodoviária pra eu pegar o ônibus pra Brasília e eu levava comigo tudo de bom que ele me proporcionava, torcendo para que o mês passasse logo pra poder voltar pra Goiânia e rever meu gato.
Essa foi a minha última lembrança antes da minha morte, mas todos sabem que eu sou meio ruinzinha e não costumo morrer tão fácil assim. Recebi alta e já estou pronta pra mais uma aventura!
Pois esse meu amor verdadeiro, foi mesmo verdadeiro, mas  já passou, como tudo passa em minha vida, sempre escapando pelos meus dedos...

“Quando a gente ama
Não pensa em dinheiro
Só se que amar..."(Tim Maia)

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Sagitariano de ser!



Amor que transborda

A cada entrega

Sem medir palavras

Sem medo de ser.


Ser que encanta

Que extravasa

Que dança

Que acerta a flecha

Naquele que lhe atrai.


Signo da noite

Da boêmia

Da verdade.


Signo da liberdade

Da alegria

Da ousadia

Da libertinagem.


Signo de amores

Amores de uma noite

Amores de uma vida inteira.


Se pisam em seu coração

Ele parte pra outra

Sabe apagar o passado

Com sua borracha da superação.


Seu bem maior

É a vida

Não se prende

Não se define

Vive!


As vezes ríspido

Como a metade de si

As vezes puro e certeiro

Com o outro ser que o complementa.


É o sagitário

Quase homem

Quase cavalo

Quase tudo

E com sabor de vinho.


(Karla Ramalho)


Para todos os meus amigos sagitarianos, todos tão intensos,assim como meu, amo!