Google+ Followers

domingo, 10 de março de 2013

Insanidade!

Dinheiro eu estou até ganhando
Pagando minhas contas
Indo ao cinema
Comprando livros e cds
Viajando
Uma vez por mês comendo risoto de camarão em um restaurante fino
E tomando vinho seco.
Mas um orgasmo decente, nada!


Karla Ramalho


Desabafo de domingo!


Domingo é o dia da depressão
Ocasionada pela ressaca
Pelas besteiras feitas no dia anterior
Do sexo sem amor
Do excesso sem pudor.
Domingo é o dia da infelicidade
É a preparação pra normalidade
Da semana rotineira e obrigatório.
Domingo é um dia sem hora
 De B.B King na vitrola
Dia de  conta gotas
De um remédio pra dor de cabeça.
Da escassez de erva
Das besteiras que não consertam
Do sono que nunca cessa.
Domingo é dia de voltar a ler aquele livro
Encostado na cabeceira
De passar o dia de meia.
Enfim, domingo é um dia triste
Pra lembrar que a infelicidade existe
E que vem te visitar logo no primeiro dia
Só pra gente não se iludir tanto
Com essa vidinha medíocre.

Karla Ramalho

quinta-feira, 7 de março de 2013

Conchinha!



Não esquece de dormir de conchinha comigo. Ok?

Hoje eu tô safadinha!


Não quero os pingos de chuva
Quero os pingos do teu suor
Não precisa de música
Quero apenas o som dos teus gemidos
E sua língua de veludo.
Acende logo esse cigarro
Recheado com a erva da loucura
Pois a nossa  viagem vai ser muito prazerosa.
Quero seu prêmio
Seu troféu em mim
Transmita-me sua energia
Sou o seu plug
Se quiser diversão
Serei seu playground favorito...


Karla Ramalho