Google+ Followers

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Próxima pauta!


Fico aqui refletindo sobre a minha capacidade de sair de histórias de maneiras desastrosa. Todas minhas histórias terminam um pouco dessa maneira, talvez seja por isso que eu tenha esse blog...rs! Posso dizer que todas essas confusões sentimentais me inspiram muito. Dramática como o meu o ascendente(câncer) e com facilidade de superar mágoas, como boa sagitariana que sou. 

Tenho passado a semana meio triste, tento não pensar mais no que se foi. É claro que não sou do tipo que quando gosto de alguém, fico a espera da pessoa o tempo todo, sem curtir e  sem ficar com outras pessoas. E como sou uma mulher  que gosta de sexo, tenho os "meus esqueminhas", ou melhor,  "um esqueminha" .Afogar mágoas, ouvindo Tim Maia e bebendo é bastante útil, mas nem sempre. Por isso, resolvi ligar para o meu consolo(P.A). 
(Já estabelecido entre ambas as partes, essa relação de consolo e troca de prazer)

Eu que não vou ficar curtindo fossa. Já escrevi o que tinha pra escrever, pensei no que era pra pensar e por mais que de vez em quando bata uma tristeza, prefiro transar.
Nada melhor do que transar e depois dormir agarradinho. Solidão com frio é muita tortura. Toda vez que chamo, "meu esquema",vem. Sempre com uma cara de cansado, calado e o eterno olhar de criança..

Chega e a madrugada se estende...Papos aleatórios sobre à vida, música, filmes...Risos! Ele é carinhoso, gosto disso. Ele nem imagina minha mágoa, minha frustração por outra pessoa. Nem comento. Curto o momento.Poderia agradecê-lo, mal sabe o bem que me faz...Esquece!

Amanhece, sexo matinal, eu abrindo o portão e ele sumindo com a moto virando a esquina.

Ligo quando puder, sei que ele vem e vai... 

Ah...Lances da madrugada, são remédios pra alma. Melhor do que sofrer e chorar é beber e ter orgasmo. Pronto, falei!
E o outro lá? Deletado(assim espero).
Karlinha Ramalho