Google+ Followers

domingo, 6 de janeiro de 2013

A porta!



Eu gosto de tudo aquilo que é proibido
De tudo aquilo intenso e excitante
Coloca um The Doors na vitrola
                                                         E acende logo esse cigarro
                                                          Trouxe as taças e o vinho.
                                                        Vem e prova-me que é o melhor
                                                                  Faça me feliz, hoje
                                                                    Feche os olhos
                                                                  Sinta minha pele
                                                       Sinta meus  seios pelo seu corpo
                                                       Mostre que seu poder está na língua
                                                           Faça do universo, seu quarto
                                                      Faça da minha vida um orgasmo.
                                                                   Deite-se comigo
                                                                   E aumente o som
                                                                      L.A Woman?
                                                     Essa é uma das minhas prediletas.

                                                                   Karla Ramalho


*Nessa poesia me imaginei transando com o Jim Morrison...


4 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Não apenas a canção,
mas LA Woman é o meu disco preferido,
se é que isso é possivel.

Ben Magno (Sr. Borges) disse...

Aberta, sua percepção
Deslizante língua inundava
O mar lascivo do corpo
Jim lhe cantara: Indian Summer
Bebia dos seios o vinho
Tragando da existência o clímax
Onde proibido é não ter imaginado.

Diário indiscreto e outras confissões... disse...

Sempre imaginei que transar com o Jimi seria surreal, uma viagem psicodélica mesmo, mas como isso não é possível ele pelo menos embala um sexo meu aí...hehehe!
Beijos!

Diogo Ramalho disse...

Huuuuuummm...

Muito bom, muito bom mesmo...
Depois faz um visitinha no meu blog, tem coisa nova. Bjo do seu mano!

http://poetadiogoramalho.blogspot.com.br/