Google+ Followers

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Sou feita de afetos!


Em uma geração de corações vazios, sentir demais pode ser nocivo. Meu gesto de afeto é apenas uma forma de agradecimento e não de posse, prezo a liberdade, mesmo estando junto, mesmo criando laços momentâneos, mesmo em uma história de algumas noites que termina quando começa o dia. Meu gesto de afeto não é pra demarcar território, pois pra mim pouco importa o que os outros prezam, não preciso mostrar nada pra ninguém. Meu agradecimento é o afeto, sou feita disso, transbordo isso, enquanto as pessoas continuam rodando com suas almas vazias sem direção. Sei meu rumo, mas sei que é longo, por isso não tenho pressa.
Não quis transparecer o que se passava aqui dentro dessa minha alma que transborda sentimento, atrás de uma coração pra dividir tudo que sinto. Você me deu brechas e eu me abriguei. Só não percebi que você só me permitiu ficar por um curto tempo. O tempo acabou e eu tentei empurrar a porta pra entrar de novo, estava trancada. 
Estou do lado de fora, transbordando...Retomo esse caminho que sempre segui sozinha, não tenho medo, já conheço todas as pedras, que me venham mais obstáculos.

Perdão por sentir demais!

(Karlinha Ramalho)

Nenhum comentário: